Programas da Caixa Econômica Federal

Calendário PIS 2019 – Muito mais do que um número, o programa do PIS é uma colaboração das empresas para o desenvolvimento de seus funcionários de respectivos setores. Criado em 1970 o programa de interação social (PIS) é uma contribuição para os contribuintes das empresas privadas. Dando assim aos trabalhadores cadastrados que tem uma renda de dois salários mínimos benefícios que visam dar uma melhoria de vida.

Recentemente ouve uma mudança nas regras do pagamento do PIS. O tornando mais rigoroso, fazendo mudanças no abono salarial e no seguro-desemprego, para que assim possa cortar gastos. Confira aqui o que é, para que serve, como se cadastrar, como funciona o pagamento entre outros assuntos a respeito sobre o benefício PIS 2019.

Programa de Interação Social

O PIS é um programa de interação social criado pelo governo federal em 1970 a fundos de promover a integração dos trabalhadores do setor privado junto com o desenvolvimento da empresa. Para que assim os empregados de várias empresas privadas que tenham uma renda inferior a dois salários mínimos tenham acesso aos benefícios determinado pela lei 7/1970. No qual tem o interesse de viabilizar uma melhor distribuição da renda por meio de benefícios como o Abono Salarial e o Seguro-desemprego.

O PIS 2019 tem a serventia de dar aos funcionários cadastrados uma contribuição na renda como benéficos do Seguro-Desemprego no qual é uma renumeração ​dada para trabalhadores que estão temporariamente sem trabalhar oferecendo assim um auxilio em dinheiro por um período determinado. Pago de três a cinco parcela de determinado valor. Podem receber o seguro-desemprego:

  • O trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

Quais são os impostos obrigatórios que devem ser pagos todos os anos?

Já pensando nos impostos obrigatórios para 2019 trouxemos hoje em dia informações para você se organizar com relação ao seu IPVA 2019 RS. Anualmente é preciso quitar esse imposto que é obrigatório em todo território pátrio para os proprietários de automóveis automotores, vamos logo apreender melhor como funcionará o IPVA 2019 RS.

O IPVA 2019 RS é cobrado de todo proprietário de veículo automotor, por consequência se você tem o seu fique circunspecto aos prazos e também formas de pagamento para fique em dia com o seu IPVA.

O Imposto Sobre Propriedade de Autos Automotores publicado como IPVA é uma obrigatoriedade para proprietários de autos que não possuam mais de 15 anos. Estar em dia com o IPVA 2019 RS evita que você circule com um veículo irregular sujeito a multas e também mortificação do veículo por guardas de trânsito.

Todos e cada um dos anos uma tabela contendo os finais das placas e também as datas a fim de que seja realizado o pagamento do IPVA é liberada a fim de que a humanidade tenha conhecimento dos prazos estabelecidos.

Pagamento

O pagamento do IPVA 2019 RS poderá ser acontecimento pelo tributário em valor integral ou mesmo segmentado. Vale focar que o tributário que escolhe o pagamento em quantidade integral e também no prazo é possível que ainda ser beneficiado com descontos que chegam a 277% sobre a quantidade do seu IPVA 2019.

Com o documento do IPVA em mãos você é possível que efetuar o pagamento da quantidade em uma mansão lotérica ou em terminais de bancos como o Banco do Brasil, Bradesco e também ITAÚ.

Valor

Vários contribuintes acabam tendo incerteza em comparação com valor do IPVA RS por perceber que os valores acabam sendo diferentes de um tributário para o outro. O motivo que leva a essa diferença de medida é o fato do valor do IPVA ser calculado consoante o veículo que você tem e também a alíquota do seu estado, por conseguinte a alíquota do Rio Extensa do Sul é dissemelhante da de outros estados Brasileiros.

Consulta

Porque você tenha como realizar uma consulta sobre a situação do seu veículo vá ao sítio da Internet do Detran do Rio Extensa do Sul no endereço http://www.ipva.rs.gov.br/;

Na opção “Consulta de Automóveis” basta inserir o RENAVAM do veículo e também a placa.

 

Recentemente foram abertas vagas para inscrições em bolsas de estudos

Recentemente as vagas para inscrições foram abertas, mas infelizmente o seu prazo já se encerrou, mas somente da primeira chamada. Quem não conseguir fazer sua inscrição poderá tentar novamente durante a segunda chamada, que irá ocorrer no segundo semestre. No ProUni 2019 existem algumas novas regas a serem seguidas pelos participantes, como que são exigidos a apresentação de documentos que antes não eram necessários, ou não conseguirão se registrar.

Como também que as redações não podem ser copiadas senão será vista como uma fraude e seus pontos não serão válidos na hora de fazer a somatória final das provas. Sem deixar de contar que agora é muito mais fácil para as pessoas conseguirem acessar o seu site oficial, é só colocar seu nome de usuário e senha para poder ter acesso a tudo o que quiser sem nenhum problema.

E agora os professores de escolas públicas também podem concorrer a bolsas para poderem entrar em universidades. Para isso só é preciso que entregue o seu certificado comprovando que trabalha nesta área.

Outra grande novidade do ano de 2019 é que pessoas que possuem algum tipo de deficiência também tem chances bem maiores de conseguir uma melhor bolsa de estudos para estas instituições.

Segundo Semestre

O segundo semestre do ProUni foi em julho, mas se acaso não conseguiu fazer sua inscrição terá que esperar pelo próximo semestre para tentar novamente. Não é preciso que se desanime por causa disso, porque você ainda terá muitas chances de conseguir a sua vaga.

Na segunda chamada foram disponíveis mais de 120 mil bolsas para os candidatos, mas deste número 50 mil eram integrais e 70 mil são parciais. Fazendo com que as pessoas possam escolher mais de 20 mil cursos diferentes com mais de 900 instituições.

A segunda chamada ocorreu no último dia 27 de junho e foi somente até o dia 1 de julho. Então como podem ver, o tempo é realmente bem curto, e você precisa ser bem rápido para não perder este prazo da prova. Sem contar também que se não for possível forma uma turma deste curso, a vaga será fechada, fazendo com que você tenha que ir para a lista de espera até que possa ser formado alguma turma.

Durante a segunda chamada as pessoas conseguiram resultados bem melhores do que os da primeira chamada, que também se deve ao fato de que muitas pessoas não passaram na primeira e estudaram bem mais para a segunda.

Mas devido a isso muitas pessoas acabaram ficando sem vagas, pois são muitas pessoas disputando por isso. O número de pessoas que fizeram a prova é o dobro do número de vagas disponíveis.

Fazendo com que as chances de você ganharem sejam muito menores, então a melhor maneira é que você tente tirar a maior nota entre todas as pessoas. O que é uma tarefa muito difícil, simplesmente porque as outras pessoas também estão muito preparadas.

 

5 Maneiras de Usar a Nota do ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma prova anual a qual todos os estudantes do ensino médio devem fazer. Ela é opcional e por muito tempo não tinha finalidade. Mas hoje em dia a nota do Enem possui diversos usos importantes e o estudante deve conhecer para não desprezar o processo seletivo. Saiba também sobre o Matrícula Fácil 2019.

Como usar a nota do Enem?

Desde a sua criação a nota do Enem não teve uso por muitos anos. Os alunos eram convidados a fazer para medir a qualidade de ensino no Brasil. Valia como avaliação para estudantes do Encceja e só. Hoje a nota possui alguns usos diferenciados. São eles:

Serve como vestibular de universidades públicas

Integrando ainda mais o sistema de ensino as universidades públicas aderiram ao uso da nota do Enem como seu vestibular primeira fase. Por que só a primeira? Porque alguns cursos necessitam de uma segunda fase como ‘música’. O aluno precisa ter uma nota agradável no Enem para se encaixar nas vagas disponíveis.

Serve como vestibular de universidades e faculdades particulares

Uma boa parte da rede privada de ensino no Brasil eliminou o seu vestibular e deixou a nota do Enem como seleção principal. Algumas mantém os dois processos: nota do Enem e vestibular.

Para conseguir uma bolsa do Prouni

A nota do Enem é usada como base no processo seletivo de bolsas de estudo do Governo Federal. Podem ser bolsas parciais ou totais, indo de 25 a 100% do valor da mensalidade.

É pré-requisito do Fies

O Financiamento Estudantil (Fies) do Governo Federal exige um fiador, assinatura de contrato em banco parceiro e também uma nota superior a 4.5 em conhecimentos gerais e superior a zero no Enem.

Como critério de avaliação para bolsas de estudo

O aluno pode não ter vaga em universidades públicas, não conseguir uma bolsa no ProUni e nem o Fies. Mas pode tentar com sua nota alta do Enem uma bolsa na rede privada de ensino superior. Boas instituições abrem oportunidades para quem foi bem na avaliação.

Como se inscrever no Enem?

Até o momento a prova do Enem é aplicada uma vez ao ano. Tem sido mantido o calendário do Ministério da Educação (MEC) de aplicar a avaliação para alunos do ensino médio sempre no mês de novembro.

Mas apesar da prova ser realizada apenas no último trimestre do ano a inscrição acontece bem antes. Todos podem se inscrever no período indicado pelo MEC que se inicia sempre no segundo trimestre do ano, entre os meses de abril e maio.

A inscrição do Enem é realizada online por meio de um site criado apenas com esta finalidade. Se o aluno já fez uma prova do exame nacional antes seus dados continuam no sistema e é só acessar com o login e senha criados. Caso não lembre os dados é só informar os dados pessoais e o sistema é liberado para a criação de uma nova senha.

Os alunos devem pagar a taxa de inscrição para confirmar a sua presença no dia da prova. Contudo, alunos de escola pública e baixa renda não pagam.

Como estudar para os exames do MEC

Como estudar para o Enem – Os estudantes que irão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisão estar preparados para a maratona de provas. A cada ano o exame está cada vez mais concorrido e para garantir uma vaga na universidade é preciso estudo e dedicação. Para os alunos que não tem tempo de estudar em cursinho ou condições de pagar, podem optar por aulas gratuitas na internet, para se preparar para as provas.

Uma das opções disponíveis para os alunos foi lançada pelo MEC, justamente para auxiliar o estudante que busca por um ensino gratuito. Por meio do site Hora do Enem, você tem acesso a uma série de ações de apoio, como simulados e vide aulas.

Hora do Enem pode ser acessada em tablets, celulares e no próprio computador. Para utilizar o aplicativo, o estudante precisa informar o curso para qual irá prestar a prova e quantas horas por dia pode se dedicar aos estudos para o Enem. Com essas informações o aplicativo monta um plano de estudos voltado para os objetivos do participante, oferecendo os exercícios, resumos e vide aulas mais indicados.

Simulados e aulas pela internet são opções cada vez mais procuradas por quem está estudando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). É preciso, no entanto, ter alguns cuidados na hora de escolher a melhor plataforma.

É necessário que o aluno conheça a prova, para saber como se preparar para o exame. Lembre-se que o Enem é uma prova diferente de vestibulares comuns, o exame não monta questões com determinado conteúdo para selecionar o aluno, mas sim aborda competências e habilidades.

Conheça a prova: A dica é que o estudante acesse no Inep o conteúdo das provas e as referências. Assim, conhecendo a prova, o candidato consegue separar na internet o que é bom do que não é.

Tenha atenção: O aluno precisa estar atento, pois inúmeros sites divulgam questões de vestibulares como se fossem do Enem. Os conteúdos são diferentes e o estudante perde tempo em vez de se preparar. Existem sites que contêm múltiplas funcionalidades, explica, como listas de exercícios, material de apoio e simulados, que ajudam o estudante a se preparar melhor para o exame.

Conteúdo multimídia: Questões comentadas do Enem e videoaulas são ótimas opções. O fato de poder pausar e voltar, assistir quantas vezes achar necessário resolve metade dos problemas em sala de aula. Pois em sala, se o aluno se distrai acaba não conseguindo acompanhar o restante da explicação. A internet colabora para que o aluno esclareça suas dúvidas e aprenda matérias que nem sempre aprende na escola cursinho presencial.

Questões Enem: Resolva exercícios, eles ajudam na preparação paras as provas. O treinamento é fundamental para o aluno conhecer suas limitações e dúvidas. Busque aplicativos que disponibilizem questões já aplicadas em concursos anteriores. A maioria dos sites oferece a opção de escolher quais áreas do conhecimento quer estudar e o banco seleciona as questões de maneira aleatória.

 

Importância da Educação na Carreira Profissional

Um negociador tem a seu dispor táticas mais duras e táticas mais leves para utilizar em uma negociação. Greve é tática dura, pesada, uma tática mão de ferro. Usar tática mão de ferro pode ser produtivo em alguns casos, mas proporcional ao lucro tem o risco, é sempre assim. Dessa forma, não dando certo, a consequência normal de táticas mais pesadas é que saia sangue, de todos ou de pelo menos uma das partes. Pode acontecer sobrar pedaço de farpa para quem nada tem a ver com o pato. Briga é briga, é assim mesmo.

Na Bahia, nossos professores e o governo da Bahia resolveram pesar a mão e partir para a negociação com táticas duras: ninguém cede, tomo mundo tem razão e vamos nós com uma greve que já dura 90 dias. São três meses sem aulas nas escolas da rede pública estadual.

Sabe-se o quanto a educação de qualidade é importante para o seu futuro profissional, sendo assim, caso você não possua condições financeiras para arcar com os custos de um curso que desejas, poderá participar do programa Educa Mais Brasil 2019, que oferece bolsas de estudos de até 70%.

Se você deseja participar, poderá realizar as inscrições no programa através do site oficial, que fica disponível durante o ano todo. Basta escolher o curso que desejas realizar, ver se você se enquadra em todos requisitos e informar seus dados de forma correta.

A TV local tem noticiado esta greve no telejornal todo dia, já não se muda a pauta nas reuniões da redação, o que se decide é de onde serão feitas novas tomadas e que imagens de arquivo serão utilizadas. A negociação, pelo menos entre os jornalistas, tá mais fácil do que nunca sobre o que entra e o que não entra no jornal. Já partem com metade da pauta feita. Não sou um grande fã de TV aberta nem de noticiários. Acho que os temas violência e política não são os únicos da minha vida, o que nos querem fazer parecer os jornais das TVs locais e nacionais.

Mas, em um desses descuidos de perda de tempo, peguei-me no café da manhã assistindo um desses telejornais que trouxe alguns dados interessantes sobre a economia americana, mostrando que os Estados Unidos não são mais o mesmo. Pesquisa recente, afirmou o jornal, mostrou que a taxa de desemprego do país fechou em 8,2% em maio deste ano, valor alto para os padrões americanos, mas nem tanto para os de cá. Ainda neste campo, dos nove milhões de postos de trabalho perdidos desde a crise de 2008, menos da metade foram recuperados. Os jovens de lá, na faixa de 18 a 29 anos, tem o índice de desemprego bem pior que a média nacional, totalizando 13%, sendo ainda que os que conseguiram trabalho, 32% estão atuando fora da sua área de formação.

Nada de novo até aí, estamos sempre ouvindo notícias da crise nos Estados Unidos. Porém um dado perdido na reportagem chocou-me: uma pesquisa feita pela ex-secretária de estado americana, Condoleezza Rice, constata que não saber ler e escrever é um dos motivos principais que os jovens americanos não conseguem entrar nas forças armadas. Afirma ainda que o problema central se encontra de educação do ensino médio, que tem formado mal os jovens americanos, deixando lacunas graves principalmente em inglês e matemática.

Sempre tivemos o sonho de sermos americanos, assistindo os filmes de Hollywood. Era o nosso modelo ambicionado para viver: consumir, comprar carros, viajar, ter a casa própria. Agora, com esta malfadada negociação, que deixa nas ruas alunos com vontade de estudar aqui em baixo e a crise que assola a América de cima, acho que estamos mais perto do que nunca de nos tornarmos americanos. Ou será que são os americanos que estão se tornando brasileiros? Acho melhor começarem a passar filmes de outros países na sessão da tarde.

5 Lugares do Brasil para Curtir Feriados Festivos

Uma das festas mais animadas e atraentes do Brasil é o Carnaval 2019. No país há um grande colorido todos os anos, um feriado nacional e atrativo para turistas em todo o mundo. E opções não faltam para curtir a maior festa de rua do mundo por aqui. Saiba mais!

Dicas de lugares do Brasil para curtir o carnaval

O feriado prolongado é uma opção para quem quer tirar férias no exterior. Mas os fãs de carnaval ou que nunca conheceram uma festa de rua animada possuem cinco opções muito bacanas para curtir o feriado. São elas:

Recife – a capital de Pernambuco é também dona do maior bloco de carnaval de rua do mundo: O Galo da Madrugada. O bloco sai no primeiro dia do feriadão, sempre no sábado e pode ser curtido no rio com o Galinha D´Agua em lanchas ou barcos, na rua dançando com os trios elétricos ou nos camarotes.

Além das festas noturnas o Recife Antigo, bairro tradicional da cidade, enfeita-se de cores e músicas todas as noites para shows com bandas renomadas. Há ainda polos em toda a cidade com outros ritmos em shows gratuitos. A Decoração de Carnaval são lindas em diversos estados, você pode fazer uma busca e comemorar essa data onde preferir.

Olinda – a cidade do ladinho de Olinda, também em Pernambuco, é uma das mais queridas quando se trata de carnaval de rua. Os festejos começam no primeiro dia do feriado e finalizam apenas na quarta-feira de cinzas, sem contar nas prévias e ensaios nos meses anteriores. São mais de 100 blocos de rua para seguir com música ao vivo e gratuitamente.

Um dos destaques do Carnaval de Olinda (além do ritmo tópico que é o frevo) é o costume de se fantasiar. Um dos blocos mais tradicionais é o Virgens de Bairro Novo, quando homens se vestem de mulher e vice-versa.

Rio de Janeiro – a cidade maravilhosa e primeira capital do país é uma das mais tradicionais em carnaval. Nos séculos passados eram os bailes ao som de marchinhas e samba. Hoje temos um grande evento no Sambódromo, local para exibir os desfiles das escolas de samba tão adoradas em diversos países.

Quem não quiser curtir apenas a beleza dos desfiles contam com uma cidade em festejo por mais de cinco dias. Há rodas de samba em toda a cidade, bailes relembrando os tempos antigos e blocos de rua temáticos dos mais diversos tipos.

Salvador – o ritmo que tornou a capital da Bahia famosa é o axé e isso tem de sobra ao longo de cinco dias de festa no Carnaval. Os trios elétricos lotam as avenidas, alguns durando mais de duas horas de show. E além da dança há muita curtição nas belas praias e pontos turísticos com show e curtição para focar no feriado temático.

Fortaleza – a capital do Ceará é uma opção para quem quer curtir praias e um pouco de tudo o que rola no carnaval brasileiro. Há muito samba e também frevo com shows e trio elétrico, com muitos eventos noturnos para quem quer curtir uma praia durante o dia.

Justiça determina que DETRAN devolva dinheiro de multas a motoristas

Detran é uma sigla que representa Departamento Estadual de Trânsito, ou seja, é um órgão que responde ao Poder Executivo Estadual, e é responsável pela fiscalização do trânsito dos veículos terrestres em suas jurisdições, no território Brasileiro. Você já deve ter ouvido falar bastante neste órgão, mas, você sabe exatamente para que ele existe? Vale lembrar que se trata de um órgão que integra o Sistema Nacional de Trânsito, isso está disposto no Artigo 7 conforme o Código de Trânsito Brasileiro.

Além do DETRAN, o Sistema Nacional de Trânsito é composto pelos Conselhos Estaduais de Trânsito – CETRANs e O Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN, entre outros. É um sistema complexo, onde cada órgão possui atribuições determinadas.

Entenda sobre o DPVAT Rio de Janeiro ainda, que é mais uma atribuição do DETRAN do estado.

Quais são as atribuições do Detran

O Detran tem como missão promover a segurança no trânsito e a cidadania, além de potencializar as ações socioeducativas nas áreas de educação no trânsito, habilitação e registro de veículos, visando a ética, a responsabilidade, a transparência e seguindo padrões de qualidade.

Resumidamente, podemos dizer que de acordo com o Art. 22 do CTB, cabem a esses órgãos e entidades executivas de trânsito dos Estados e do Distrito Federal as seguintes competências:

  • Unir-se com os demais órgãos do Sistema Nacional de Trânsito no Estado, sob coordenação do respectivo Cetran.
  • Cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito;
  • Fiscalizar o nível de emissão de ruídos e poluentes emitidos pelos veículos, além de dar apoio às ações específicas dos órgãos ambientais locais;
  • Controlar, fiscalizar e realizar o processo de formação, reciclagem, aperfeiçoamento e suspensão de condutores, expedir e cassar Licença de Aprendizagem assim como a permissão para dirigir e Carteira Nacional de Habilitação;
  • Disponibilizar aos órgãos e entidades de trânsito e executivos rodoviários municipais, os dados cadastrais dos veículos registrados e também dos condutores habilitados, para fins de notificação de penalidades e/ou arrecadação de multas;
  • Vistoriar as condições do veículo em relação à segurança, além de emplacar, selar, emitindo documentos como o Licenciamento Anual e o Certificado de Registro e o Licenciamento Anual;
  • Se integrar a outros órgãos e entidades para fins de arrecadação de multas com vistas à unificar e simplificar o licenciamento e as transferências de veículos e de prontuários de condutores;
  • Em parceria com as Polícias Militares, estipular diretrizes para o policiamento ostensivo de trânsito;
  • Participar e promover projetos de educação e segurança de trânsito;
  • Fiscalizar o trânsito, autuar e aplicar medidas administrativas cabíveis conforme as infrações previstas neste Código;
  • Colocar em prática as medidas do Programa Nacional de Trânsito e da Política Nacional de Trânsito;
  • Aplicar as penalidades por infrações previstas neste Código, assim como notificar os infratores e arrecadar multas e valores referentes a estada e remoção de veículos;
  • Credenciar entidades e órgãos para executar atividades previstas na legislação de trânsito;
  • Coletar dados e elaborar estudos estatísticos sobre acidentes e suas causas;

O Detran, dentro da sua de atuação está à determinação das normas para formação e fiscalização de condutores. Sendo responsáveis pelas avaliações da capacidade física, mental e psicológica dos candidatos à obtenção da Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

Essas avaliações são feitas serviços médicos e psicológicos existentes nos órgãos ou credenciados a ele. Para posteriormente dar início com as atividades do Centro de Formação de Condutores – CFC com aulas teórico-técnicas e práticas de direção veicular. Também são responsáveis por credenciar fabricantes de placas e tarjetas na sua jurisdição e em conformidade com as normas do Conselho Nacional de Trânsito e do Departamento Nacional de Trânsito.

Mais uma responsabilidade atribuída a este órgão em vários Estados, é o credenciamento de Despachantes de Trânsito, área exclusiva de documentação de veicular. Ficando a cardo dele também disponibilizar consultas da situação do veículo, de taxas como IPVA e seguro DPVAT, o emplacamento, emissão de certidões, veículos apreendidos, licenciamento de veículos, alterações e transferências, veículos roubados ou furtados, acidentes, leilões e Veículos adaptados.

O órgão do Detran também é responsável por emitir a segunda via de CNH, segunda via de documentos, habilitação internacionais e outros serviços e taxas, além de alteração de dados, defesa da autuação, recursos JARI, Infrações entre outros processos administrativos e prontuários.

 

Reajustes da Previdência Social e da Fazenda

Segundo dados dos ministérios da Previdência Social e da Fazenda sobre reajustes para aposentados e pensionistas cadastrados no Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS, o valor do salário mínimo passará de R$ 545 para R$ 622 a partir do primeiro pagamento do início de fevereiro e, para aqueles que recebem mais que um salário mínimo, terá a correção de 6,08%, sendo que o teto de R$ 3.691,74 será de R$ 3.912,20. De acordo com o Diário Oficial da Nação, os 6,08% equivalem à reposição da inflação pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

O ministério informou ainda que beneficiários com salários entre R$ 545 e R$ 580, vão receber um reajuste do salário mínimo superior a 6,08%, com ganho real garantido até 2019, além de passar a receber o piso previdenciário.

Em contrapartida, as faixas salariais de contribuição dos trabalhadores para o INSS também subiram após o reajuste do piso. As alíquotas são agora de 8% para os que ganham até R$ 1.174,86, de 9% para os que ganham entre R$ 1.174,87 e R$ 1.958,10 e de 11% para os que recebem entre R$ 1.958,11 e R$ 3.916,20.

Como os recolhimentos em janeiro ainda se referem aos salários de dezembro, ainda seguem os valores da tabela anterior.

E se você é aposentado ou pensionista do INSS, confira a tabela INSS 2019 atualizada.

Seguro de proteção a vítimas de acidente de trânsito

Sofrer um acidente no trânsito é uma situação que ninguém gostaria de passar. No entanto, caso aconteça, é de fundamental importância que se esteja protegido e saber a quem recorrer. Desde 1974, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) garante indenizações para pessoas que sofrem acidentes de trânsito.

O seguro protege as vítimas e seus familiares em três casos: despesas médicas, invalidez permanente e morte. Só em 2014, foram pagas mais de 760 mil de indenizações, segundo dados da Seguradora Líder – DPVAT, administradora do seguro. O mesmo levantamento mostra ainda que 78% dos valores pagos para o reembolso correspondem à cobertura de invalidez permanente. Ressarcimento para despesas médicas equivaleram a 15%, enquanto os outros 7% foram destinados a acidentes fatais.

Seguro Obrigatório DPVAT 2019
Seguro Obrigatório DPVAT 2019

Como ter acesso à indenização do seguro DPVAT?

Antes de solicitar o Seguro é fundamental tomar alguns cuidados importantes. O principal deles é evitar as pessoas de má fé, que dizem que precisa de um representante legal para reivindicar suas indenizações. Todos os valores a receber são somente para os beneficiários.

Assim, para requisitar o seguro DPVAT São Paulo em qualquer um dos três casos, basta ir a um dos milhares de pontos de atendimento. É gratuito e você só precisa levar os documentos certos para cada uma das coberturas:

Em caso de despesas médicas:

  • reembolso de até R$ 2,7 mil Recibos e notas fiscais que comprovem gastos referentes ao acidente (consulta médica, atendimento de emergência, remédios, exames)
  • Boletim de ocorrência do acidente
  • Declaração do proprietário do veículo
  • RG da vítima
  • CPF da vítima
  • Comprovante de residência
  • Documento de autorização do pagamento que leva, em torno de 30 dias depois do pedido para ficar pronto. Nele você precisará informar seu CPF, RG e os dados da sua conta no banco. Caso não possua, o próprio Seguro auxilia você a abrir uma conta poupança para receber a indenização.

Em caso de invalidez permanente:

  • cobre até R$ 13,5 mil
  • Boletim de ocorrência do acidente
  • Boletim do primeiro atendimento do acidentado (se não recebeu na hora da consulta, pode requisitar depois)
  • Apresentação do Laudo do IML e todo o resto da documentação médica irá agilizar o recebimento da indenização
  • Declaração do proprietário do veículo
  • RG da vítima
  • CPF da vítima
  • Comprovante de residência
  • Autorização do pagamento

Em caso de morte:

  • indenização de até R$ 13,5 mil
  • Boletim de ocorrência do acidente
  • Certidão de óbito do acidentado
  • Dados de identificação do acidentado
  • Documentos que informam qual é a relação conjugal, ou de parentesco do acidentado com a pessoa que está pedindo a indenização (certidão de casamento, declaração de identificação de herdeiros, por exemplo)
  • Declaração do proprietário do veículo
  • RG da vítima
  • CPF da vítima
  • Comprovante de residência
  • Autorização do pagamento