Programas da Caixa Econômica Federal

Calendário PIS 2019 – Muito mais do que um número, o programa do PIS é uma colaboração das empresas para o desenvolvimento de seus funcionários de respectivos setores. Criado em 1970 o programa de interação social (PIS) é uma contribuição para os contribuintes das empresas privadas. Dando assim aos trabalhadores cadastrados que tem uma renda de dois salários mínimos benefícios que visam dar uma melhoria de vida.

Recentemente ouve uma mudança nas regras do pagamento do PIS. O tornando mais rigoroso, fazendo mudanças no abono salarial e no seguro-desemprego, para que assim possa cortar gastos. Confira aqui o que é, para que serve, como se cadastrar, como funciona o pagamento entre outros assuntos a respeito sobre o benefício PIS 2019.

Programa de Interação Social

O PIS é um programa de interação social criado pelo governo federal em 1970 a fundos de promover a integração dos trabalhadores do setor privado junto com o desenvolvimento da empresa. Para que assim os empregados de várias empresas privadas que tenham uma renda inferior a dois salários mínimos tenham acesso aos benefícios determinado pela lei 7/1970. No qual tem o interesse de viabilizar uma melhor distribuição da renda por meio de benefícios como o Abono Salarial e o Seguro-desemprego.

O PIS 2019 tem a serventia de dar aos funcionários cadastrados uma contribuição na renda como benéficos do Seguro-Desemprego no qual é uma renumeração ​dada para trabalhadores que estão temporariamente sem trabalhar oferecendo assim um auxilio em dinheiro por um período determinado. Pago de três a cinco parcela de determinado valor. Podem receber o seguro-desemprego:

  • O trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *